Coco de Zambê – Sibaúma a Cabiceiras

O Coco de Zambê na praia de PipaO Cocô de Zambê é um ritmo nativo do Rio Grande do Norte, que sobrevive hoje no munícipio de Tibau do Sul, nos distritos de Pipa, Sibaúma e Cabiceiras. Cabiceiras assim escrito nos tambores do mestre deste ritmo de nossa região.


O PraiadePipa.Org vai fazer um levantamento de como está o ritmo em nossa região. Esta, é apenas a primeira de várias matérias sobre o Zambê.

O Coco de Zambê é o componente africano que sobrevive até hoje na cultura potiguar. Suas origens tem várias versões, desde as referências de Câmara Cascudo e Mario de Andrade, até autores modernos que já dissertaram sobre o assunto, como é p caso de Dacio Galvão e Ciro de Almeida Lins.

A verdade é que o Ritmo é frenético que mistura vários instrumentos de percussão com uma dança improvisada em que os homens fazem suas performances.

Veremos também quem são seus atuais brincantes, os seus instrumentos e evoluções coreográficas. Iremos conhecer em detralhres os lugares em que são praticados, como em Sibaúma, Pipa, Lagoa de Guaraíras, Pernambuquinho, Cabiceiras e Piau. Veremos também um pouco do Zambê de Macaíba, vendo que o Zambê é um forte componente cultural e político não de nossa cidade, mas também de outras e do próprio Rio Grande do Norte.

Vamos começando a esquentar o couro, o confeccionamento do pau furado e nos preparar para o batuque e a dança. Então chega junto e vamos Zambear!!!

Veja este vídeo produzido pelo incrível Antonio Nobrega